(81) 3423-5172 / (81) 3212-1160   Rua José de Holanda, nº 472, Sala 4, Torre - Recife - PE.
Facebook

NOTÍCIAS

Saiba como definir o valor do aluguel de um imóvel

11/09/2019 - Fonte: T5
O preço a ser pago pelo locatário varia com diversas condições.

Determinar o valor do aluguel de um imóvel deve respeitar algumas regras. Muita gente não sabe, mas, existem particularidades que culminam no valor que será cobrado mensalmente aos inquilinos.

Há algum tempo, a regra de que o locatário deveria pagar mensalmente 1% do valor do apartamento ou casa foi desconsiderada. Isso porque a especulação imobiliária e os movimentos do mercado falam mais alto.

Segundo o scimoveis, algumas dicas devem der respeitadas.

Confira:

- 1. Preço pode variar
Geralmente, o aluguel mensal oscila entre 0,5% e 1% do valor do imóvel. A diferença é grande, mas as pesquisas indicam que, na média, as casas e apartamentos de dois e três dormitórios têm aluguel em torno de 0,75%. No entanto, antes de estipular um valor, o proprietário deve tomar alguns cuidados.

- 2. Pesquisar nas redondezas
Uma forma eficaz e fácil de determinar o aluguel consiste em pesquisar os valores cobrados por imóveis semelhantes na mesma área. Compare, levando em consideração fatores como metragem total da casa ou do apartamento, número de dormitórios, vagas na garagem, área do quintal (se for casa), estrutura de lazer (piscina, salão de festas, playground etc.) do condomínio, sistemas de segurança e se há o serviço de porteiro.

- 3. Consulte imobiliárias
Confira nas imobiliárias o valor cobrado para a locação de imóveis semelhantes.

- 4. Com ou sem mobília
Casas ou apartamentos mobiliados têm aluguel de 20% a 30% mais caros em função da estrutura oferecida ao locatário.

- 5. Localização
Apartamentos similares no mesmo bairro podem ter aluguéis diferentes. Isto se justifica por conta da estrutura comercial e de transporte disponível. Por exemplo, um apartamento próximo a estações de ônibus ou metrô provavelmente terá um preço de locação maior do que um mais afastado. O mesmo vale para os imóveis situados em áreas com acesso fácil a supermercados, farmácias e padarias ou localizados ao lado de um parque.

- 6. Idade do imóvel
Quanto mais novo for o apartamento ou a casa, maior será o aluguel. Isso porque o locatário disporá de um imóvel com menos uso e já projetado para receber, por exemplo, fiação para TV a cabo e internet. Outro fator diz respeito às instalações elétricas e hidráulicas. Apartamentos antigos exigem maior manutenção, o que empurra os preços do aluguel para baixo.

- 7. Avalie o mercado
Se no prédio há muitos apartamentos para locação e todos seguem o mesmo preço, pode ser interessante para o proprietário reduzir ligeiramente o valor do aluguel – ainda mais se o imóvel estiver fechado por um longo período. Durante esse tempo, o locador arca com despesas como taxa condominial e IPTU, além de contas de luz e gás.

Em tempos de ampla oferta de imóveis para locação, o proprietário deve analisar formas de fazer o seu “produto” se destacar da concorrência. O preço do aluguel representa um importante fator. Seguindo essas dicas, fica mais fácil encontrar o valor mais adequado à realidade do mercado e aos interesses do proprietário.